Entrevistas no mundo de T.I

Saiba um pouco mais como funcionam as entrevistas no mundo da técnologia

Este artigo só se aplica a programadores, pois é a experiência que disponho.

entrevistas

Basicamente, todo processo de contratação muda de acordo com a empresa, então esse post não necessariamente vai ser via de regra, é só um compilado do que já vivi, nessa minha experiência trabalhando no mundo da tecnologia.

Hoje em dia, existem múltiplos sites para busca de vagas, ex.. Linkedin, Facebook, Github, e por ai vai, você só precisa entrar e dar ver quais vagas se aplicam para ti. Algumas vezes as vagas vem até você até, por mais incrível que isto possa parecer.

Mas o tio aqui, antigamente entrava no site das empresas que gostaria de trabalhar para ver as vagas disponíveis e mandava e-mails com seu currículo na esperança de alguma alma caridosa do RH se possibilitar a responder o e-mail e dar alguma esperança ou reprova da aplicação ao tão desejado trabalho.

Hoje em dia, as pessoas do RH quase sempre respondem seu e-mail ou mensagem de candidatura de uma maneira humana e responsável com os sentimentos do candidato(a), mas antigamente isto raramente acontecia.

Voltando ao foco...

Profissional sem experiência:

Para quem esta começando "não tenho experiência, o que fazer para conseguir o tão sonhado primeiro emprego?"

Quando falamos de vagas de estágio, normalmente, o profissional se candidata a vaga, faz uma ou mais entrevistas e pode ser ou não contratado, normalmente as empresas sérias não exigem tanto conhecimento deste profissional pois ele está no início de sua jornada profissional.

Profissional com experiência:

1º contato - Bate papo

Tudo começa com uma devolutiva positiva sobre sua candidatura, e você conversa com o recrutador(a) (Head-Hunter), e assim ele te informa maiores detalhes sobre a vaga, algumas vezes esta conversa se aplica por uma vídeo chamada, antes da pandemia do COVID19, eu sempre participei destas conversas presencialmente.

Ali vocês batem um papo para conhecer melhor seu perfil, para saber melhor sobre sua experiência, no que trabalhou, quem de fato é você etc...

Neste bate papo, você aprende mais sobre a empresa que deseja trabalhar, sua cultura, valores, etc.. algumas vezes são discutidos valores monetários também, podendo ou não entrar em foco, sua pretensão salarial (*Quer ganhar quanto?*), regime de trabalho (CLT, PJ), benefícios da vaga etc...

Neste momento, vocês entram em acordo se você ou o(a) recrutador(a) desejam continuar com o processo de contratação ou a jornada termina por aqui.

2º contato - Desafio ou entrevista técnica

Desafio técnico

Isto varia muito de empresa para empresa, algumas aplicam um desafio para que você desenvolva no seu Github, Bitbucket, mande o link do repositório para ser examinado, e assim mostre um pouco do seu trabalho.

Acontece de te pedirem também para executar fazer um teste de competência em plataformas como https://exercism.io/ ou https://www.hackerrank.com/ estes testes são desafios de lógica que você precisa ler, interpretar e chegar a alguma solução, em um limite de tempo por questão, na maioria das vezes, você consegue escolher a linguagem que deseja codificar sua solução, e seu código passa por um tipo de "validação" te mostrando se está correto ou não, para sua solução ser submetida, quando realizei estes testes, eles levavam em média 60 minutos no total, e no fim, você recebe uma pontuação.

Entrevista técnica

Algumas empresas preferem que você bata um papo técnico com desenvolvedores ao invés de realizar um desafio técnico, outras pedem para que esta conversa aconteça após você passar no desafio técnico.

Esta conversa acontece como todas as outras só que entre desenvolvedores, e você responde algumas perguntas mais técnicas, sobre as tecnologias que já trabalhou, e sobre como realizar tal coisa com a linguagem X, e por ai vai, não tem bem um padrão, no máximo, os devs tem uma checklist do que você precisa saber para continuar no processo, e vão perguntando durante a conversa.

3º contato - Conversa com o gestor

Normalmente neste ponto, você tem uma conversa com alguém que pode vir a se tornar seu gestor caso seja contratado, e assim vocês se conhecem, e conversam sobre como é o trabalho dentro da empresa, que tarefas você vai desempenhar, se existem algum tipo de metodologia ágil que irá trabalhar e por ai vai, neste ponto, para mim o mais importante é você e o gestor se conhecerem para saber se conseguiriam trabalhar juntos.

Contratação

Chegamos ao fim do processo, neste momento a empresa pode te oferecer uma proposta de trabalho, e você pode ou não topar. Cada caso é um caso.

Obs.:.. e Dicas

Você pode desistir do processo de contratação em todas as etapas, caso deseje, não precisa chegar ao fim do processo para isto.

O mais importante, cada empresa é de um jeito, não existe uma receita de bolo para entrevistas no mundo da tecnologia, da mesma forma que é possível que exista outra etapa antes da contratação, você pode ser contratado(a) depois de uma entrevista apenas, sem passar por tudo isto.

Outra coisa, não precisa se sentir pressionado a aceitar o que a vaga te oferece de primeira, as vezes é possível negociar um valor maior de salário (mas isto é raridade).

Uma ótima dica, é buscar maiores informações sobre a empresa que você deseja se candidatar, em sites como o Glassdoor, ali é possível ter um spoiler de opiniões de funcionários da empresa, benefícios, salários etc..

Informação é poder!

Outra dica muito importante, que eu vivo falando é sempre mantenha um perfil profissional no Linkedin, Github e currículo atualizado, se possível desenvolva um site, para divulgar seu trabalho, como minha avó dizia:

Só quem é visto, é lembrado.

Comments